terça-feira, 23 de junho de 2009

O tempo passa

A língua de sinais passou por diversas difusões de aprendizagem e compreensão nestes últimas décadas. Estava me recordando da é poca de grande sucesso de uma das cantoras e apresentadoras de renome, no qual fez a divulgação de seu mais novo álbum musical: ABC da XUXA. Na época em que vi o vídeo foi emocionante, mesmo porque nao conhecia nada de língua de sinais. Todos os jovens cantavam nas ruas, escolas ou em qualquer lugar que estivessem. Pois bem, a pouco tempo, me reuni com um grupo de Profissionaiis que atuam em escolas bilingues. Um dos intérpretes me disse com respeito ao despreparo e até mesmo a falta de informação que alguns surdos passam, não por culpa deles, mas pelo sistema, que os colocam no ambiente de ensino/aprendizagem sem qualquer preparo, assessoria. Certo intérprete que acompanhava uma surda instrutora, disse que ao entrar na sala, começou sua atividade ensiando as CM's da seguinte forma:

"Com a mão em 'c' eu faço o que?" - perguntou a instrutora.
" - Coração" - respondeu o aluno.
"Não! O coração se faz com o 'b'". - disse a instrutora indgnada.

Fiquei pensando nisso, e logo liguei a informação com o Video da Cantora, citado à cima. Alunos sem informação, porque nunca tiveram contato com a libras, e nem fazem idéia do que seja a CM. E a instrutora, que sem uma formação didática, não soube contornar a situação para que seu planejamento, se realmente teve um, fluisse de forma natural, evitando o constrangeminto para si e o intérprete.

Será que o tempo relamente passou?
Será que as políiticas de ensino, um dia consiguirá fazer com que a LS tenha exito no espaço ensino/aprendizagem de forma agradável sem ter que chocar ambas as partes - Surdo X Ouvinte?
O que podemos fazer, e isso incluo os surdos e ouvintes, que atuam e estão imersos no sistema linguistico da LS, para que o quadro mude?
- Há muita coisa a pensar, a fazer, a pesquisar...

Vejo agora muita divulgação em cursos de libras, inclusao - mas na boa: Valem de QUE?

Deixo ai, o que passamos dentro do sistema de ensino...


Um comentário:

  1. Olha Primo, realmente eu fico estarrecida sobre como o tempo passa, sobre como vivemos nossos tempos e a cada dia sobre até quando viveremos dessa forma. Somos muito complexos e ansiosos muitas vezes. Eu compartilho da sua ansiedade. Um grande abraço pra vc.

    ResponderExcluir