sábado, 12 de dezembro de 2009

CONTRIBUIÇÃO DA DISCIPLINA PARA MINHA VIDA E PRÁTICA PROFISSIONAL

Por meio das discussões e análises dos textos na disciplina LIBRAS pude compreender como vem sendo tratada a surdez ao longo da nossa história. Os preconceitos, estereótipos e lutas pelos surdos enfrentadas são ainda hoje muito presentes.
Passei a enxergar a língua de sinais como uma língua que caracteriza um grupo e uma cultura própria dos surdos e não apenas como um conjunto de gestos que servem para comunicar algo. Os estudos na disciplina contribuíram também para que eu pudesse ver com mais clareza os preconceitos embutidos nas falas de alguns profissionais (como os da saúde, por exemplo) e veiculados na mídia.
Pensar agora a questão da inclusão dá-se no sentido de incluir também os ouvintes no mundo dos surdos. Impossível não dizer que a disciplina sensibilizou-me e me fez refletir sobre as relações humanas hoje estabelecidas e sobre a constituição do próprio ser do homem, que se dá por meio da diferença. Diferença esta, não relacionada apenas a ouvintes e surdos, mas aquela que define cada um de nós em suas individualidades.

Micheli Ortelan
5º período- Pedagogia UFES

Nenhum comentário:

Postar um comentário